Buscar
  • Ivan Kleber

Casado, pai de dois filhos, Lázaro segue foragido da polícia.




Casado há quatro anos e pai de dois filhos, um menino de 4 anos e uma menina de 2. Essa é também a realidade de Lázaro Barbosa Sousa, 32, suspeito de assassinar uma família em Ceilândia há nove dias e cometer uma sequência de crimes desde então.


O homem, considerado foragido, cruel e perigoso tem uma esposa de 19 anos e é, segundo ela “é um pai dedicado”. A mulher, que não quis se identificar com medo de represálias, relatou que a filha do casal quase todos os dias chama por ele. Segundo a esposa, o outro filho do criminoso é de um relacionamento anterior.


Decepcionada, mas com medo da morte


A companheira de Lázaro disse estar em estado de choque com os crimes cometidos por ele nos últimos dias e temer por sua morte. Ela relembra que conheceu o marido por intermédio de uma tia do homem, que é amiga da família dela e afirma que ele tentou largar o crime, mas não deu detalhes.


“Temos medo de receber a notícia de que ele morreu. Se a gente tivesse a oportunidade de ir com a polícia para o meio do mato, para convencê-lo a se entregar. A gente não sabe o que aconteceu na mente e no coração dele. A ficha não caiu”, afirmou a mulher em entrevista ao jornal Correio Braziliense.


Nono dia de caçada

Nesta quinta-feira (17/6), completa-se nove dias da caçada pelo criminoso. Cerca de 200 homens se revezam, 24h por dia, na operação comandada pela Secretaria de Segurança Pública de Goiás (SSP-GO). Desde o primeiro crime cometido por Lázaro, em 9 de junho quando matou a família Vidal, até o momento, cinco mortes estão confirmadas, sendo quatro no DF, e uma em Goiás, que a pasta não confirmou quem seria.


Após o crime contra a família, Lázaro se tornou um fugitivo da polícia. Desde então, o homem tem cometido uma sequencia de crimes entre o Distrito Federal e Cocalzinho de Goiás (GO). Em muitos casos, o “modus operandi” se repete.

176 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo