Buscar
  • Ivan Kleber

COMERCIANTE MORRE COM TIRO NA CABEÇA ENQUANTO SOCORRIA VÍTIMA DE ACIDENTE EM CALDAS NOVAS.

O comerciante Claudiomar da Silva Mata morreu com um tiro na cabeça enquanto tentava socorrer a vítima de um acidente de trânsito. O caso aconteceu na tarde de quinta-feira (10), no Setor Parque Real, em Caldas Novas. A Polícia Civil investiga o caso e afirma que o disparo atingiu Claudiomar por engano. O atirador segue foragido.


O que aconteceu?


Segundo as investigações, na tarde em que tudo aconteceu houve um acidente entre duas motocicletas. Em um dos veículos estava um jovem e no outro uma mulher, que se feriu.

No momento da colisão, Claudiomar passava pelo local e decidiu ajudar às vítimas. Enquanto isso, o filho da mulher soube do caso, foi até o local e começou a discutir com o outro motociclista envolvido no acidente.

Após a discussão, o filho da vítima foi à residência onde mora, pegou uma arma e voltou ao local atirando. Um dos disparos atingiu a cabeça de Claudiomar, que tentava socorrer a mãe do suspeito.


As vítimas


Equipes do Samu foram acionadas e prestaram os primeiros socorros às duas vítimas ainda no local do acidente. Em seguida, as encaminharam para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade. Claudiomar, no entanto, não resistiu à gravidade dos ferimentos e morreu.

A mãe do suspeito fraturou um braço e teve outras escoriações pelo corpo, mas passa bem. Já o rapaz que conduzia a outra moto envolvida no acidente fugiu do local em meio à discussão e aos disparos.

Investigação


De acordo com o delegado Alex Lima, indícios apontam que o filho da mulher pretendia atingir o rapaz envolvido no acidente, mas alvejou por engano o comerciante que ajudava a própria mãe. De acordo com o investigador, os disparos poderiam ter atingido curiosos que se aglomerara em torno do acidente.

Por enquanto, ainda não é possível determinar a distância em que o suspeito estava do alvo. “Vamos colher elementos que comprovem a autoria, as circunstâncias e a motivação do crime”, afirmou o delegado.

Policiais realizaram buscas na região quando tudo aconteceu, mas não encontraram o suspeito. Até a manhã desta sexta (11), o homem continuava foragido.


1 visualização0 comentário