Buscar
  • Ivan Kleber

Em Valparaíso, home que colocou fogo em apartamento de ex, faz ameaças, vou arrancar sua cabeça



Em um relato chocante, a empresária Cinara Cristina dos Santos Matos, 47 anos, desabafa sobre os momentos de terror que passou a viver após o término do relacionamento com Moisés Domingos da Costa, 45, em dezembro do ano passado. O homem incendiou o apartamento da vítima e destruiu seu carro com uma enxada. Entre as ameaças, fez questão de frisar que “arrancaria a cabeça” de Cinara e mataria a filha dela.


O relacionamento durou cerca de três anos e chegou ao fim após muitas ameaças, humilhações e agressões físicas. Segundo a vítima, o namoro desandou depois que o homem começou a usar álcool e drogas. “Os abusos tiveram início após dois anos e meio de relacionamento. Ele me bateu duas vezes e chegou a puxar a faca pra mim”, contou Cinara. Uma das ameaças foi concretizada na última sexta-feira (3/6), quando o homem invadiu o condomínio onde a ex-companheira vivia em Valparaíso (GO), no Entorno do Distrito Federal, arrombou o apartamento e incendiou o imóvel, que estava vazio. Todos os cômodos foram atingidos pelas chamas, transformando em cinzas todos os móveis, peças de roupa e utensílios domésticos.

Desesperada, Cinera registrou ocorrência de violência doméstica nas polícias civis do DF e de Goiás. Também foram requeridas medidas protetivas para a mulher. Em março deste, ano, Moisés fez as ameaças mais contundentes. “Ele fez uma chamada de vídeo e afirmou que cortaria meu pescoço e arrancaria minha cabeça. Além disso, mataria minha filha antes e que meu castigo seria enterrá-la”, disse.


Dias antes, Moisés atraiu a vítima para uma emboscada afirmado que queria ajuda para se internar e passar por um tratamento de desintoxicação. Acreditando no discurso, a empresária foi ao encontro do homem, que a recebeu com uma enxada nas mãos. Assustada, a mulher presenciou o agressor destruir seu carro. A mulher conseguiu fugir, mas Moisés destruiu completamente o carro da ex-companheira. “Ele disse que se me pegasse ia fazer a mesma coisa que fez com meu carro”, contou. Após incendiar o apartamento, ele desapareceu.





3 visualizações0 comentário