Buscar
  • Ivan Kleber

LIDERES DE CAMINHONEIROS AFIRMAM QUE NÃO VÃO ADERIR A GREVE DE SERGIO REIS



Repercutiu mal entre lideranças de caminhoneiros a notícia de que o cantor sertanejo Sergio Reis havia convocado a categoria para manifestações a favor do presidente Jair Bolsonaro entre os dias 4 e 6 de setembro, em Brasília. Segundo Reis, “caminhoneiros, agricultores e artistas” estarão na capital federal num “movimento para salvar o país”. O ato deve pedir o voto impresso e o impeachment de ministros do STF.


Em vídeo divulgado nas redes sociais, Wallace Landim, o Chorão, presidente da Associação Brasileira dos Condutores de Veículos Automotores, diz que estão tentando usar a categoria como massa de manobra para pautas políticas. “Não nos envolvemos com política, nem a favor de governo ou contra governo, nem favor do STF ou contra o STF”, falou Chorão.


Já Plinio Dias, presidente do Conselho Nacional do Transporte Rodoviário de Carga, ironizou o artista. “Sérgio Reis não representa nem os artistas nem os caminhoneiros.”


“Ninguém conhece esse tal de Zé Trovâo e esse tal de Chicão Caminhoneiro, que aparecem nos áudios de WhatsApp convocando para a manifestação”, afirmou o presidente do CNTRC ao UOL.


O presidente da Abrava também criticou Sérgio Reis. “Como deputado federal, você nunca subiu na tribuna para falar a favor dos caminhoneiros, nem na greve de 2018 nos apoiou”, criticou.

27 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo