Buscar
  • Ivan Kleber

MULHER ENCOMENDOU MORTE DE MARIDO POR 60 MIL




O delegado Marcel Oliveira da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) confirmou que Ana Cláudia Flor combinou o valor de R$ 60 mil para que criminosos matassem o seu marido, o empresário Toni da Silva Flor, 38 anos. Segundo a autoridade policial, um das linhas investigadas é de que a mulher tramou a morte do esposo para ficar com a herança.

A informação foi dada durante uma coletiva de imprensa na tarde desta quinta-feira (19). Conforme o delegado, o crime teria sido negociado pelo valor de R$ 60 mil, no entanto a esposa de Toni repassou apenas R$ 20 mil aos bandidos. De acordo com Marcel, a empresária entregou o dinheiro para os assassinos no bairro Jardim Imperial em Cuiabá.

Durante a coletiva, Marcel ressaltou que desde o início das investigações Ana Cláudia era apontada como mandante do homicídio. Ela foi classificada como uma pessoa dissumulada e ardilosa.

"O restante do dinheiro não foi pago até o momento. A linha da motivação que temos são dois. Temos uma forte linha que Ana Cláudia tinha amantes e também questões relacionadas a herança, porque logo após a morte da vítima o processo da herança já estava adiantado", afirmou.

Queima de arquivo

Igor Espinosa foi preso no dia 10 de agosto após ter sido apontado como o autor dos disparos que matou Toni. Segundo o delegado da DHPP, Ana Cláudia tinha o intuito de assassinar Igor depois que ele matasse o marido dela.

"Ela chegou a cogitar matar o Igor, porque ele era a principal pessoa que poderia acusar ela", pontuou.

O crime

O crime ocorreu no dia 11 de agosto de 2020, no momento em que a vítima chegava à academia, no bairro Santa Marta em Cuiabá. O suspeito estava em frente ao estabelecimento, de cabeça baixa, e perguntou pelo nome da vítima, que quando foi responder foi alvejada por diversos disparos.

A vítima correu para o interior da academia, sendo socorrida e encaminhada para o Pronto Socorro Municipal, com quatro ferimentos de arma de fogo. Toni chegou ao hospital consciente, sendo encaminhado imediatamente para cirurgia, porém não resistiu aos ferimentos e morreu dois dias depois.

62 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo