Buscar
  • Ivan Kleber

Preso homem suspeito de estuprar a neta enquanto mãe fazia comida



 A Polícia Militar (PM) prendeu um homem de 52 anos suspeito de abusar sexualmente da neta de 2 anos. O crime teria acontecido no último sábado (17), enquanto a mãe da criança estava fazendo o almoço da família, na residência situada no município de Turvelândia, interior de Goiás. Familiares estavam desconfiados e instalaram câmeras na casa.


Aos policiais, os familiares da vítima relataram que o avô chegou na casa, deitou no sofá e chamou a menina para se deitar com ele. Momentos depois, a criança saiu correndo para a cozinha, chorando e dizendo que ele havia tocado nas partes íntimas dela, usando a boca e os dedos.


Ao Mais Goiás, o policial Fábio Arantes, que esteve no local, informou que a mãe da criança preparava o almoço da família quando foi surpreendida pela menina e ligou para o marido, que acionou a polícia. Segundo a família, a vítima já havia denunciado situações semelhantes e, por isso, os responsáveis decidiram instalar câmeras na casa, com o objetivo de flagrar qualquer abuso.


“Infelizmente, o local que ele foi com a menina não tinha câmera. Ele não é avô biológico, só é por estar morando com a avó das crianças”, explicou o militar. O suspeito foi preso e autuado por crime de estupro de vulnerável. O portal tenta contato com o delegado responsável pelo caso, a fim de descobrir atualizações sobre a investigação do crime. Até o momento da publicação não obteve retorno.


Outros crimes

De acordo com o PM, o pai da menina relatou, ainda, que o homem já havia sido acusado de tentar abusar sexualmente de outra criança da família há cerca de oito anos. Na época, ele fugiu para a cidade de São Paulo, onde nasceu, quando foi confrontado. “Faz alguns anos que ele havia abusado de uma outra neta, mas na época ele conseguiu ir pra São Paulo e depois ficaram desacreditando da história que a menina contou”, detalhou Arantes.

51 visualizações0 comentário