Buscar
  • Ivan Kleber

Preso suspeito de invadir residências e estuprar adolescentes, em Goiânia

Um jovem de 26 anos, identificado como Tiago Lopes, está preso por suspeita de invadir residências e estuprar adolescentes, em Goiânia. A Polícia Civil cumpriu mandado de prisão preventiva contra o rapaz na terça-feira (3). O homem já havia sido preso por cometer o mesmo crime, da mesma forma, mas voltou à liberdade.

De acordo com as investigações, no crime mais recente, Tiago invadiu uma casa localizada na Região Noroeste da capital, por volta de 10h. Ele teria aproveitado que uma das janelas da residência estava entreaberta. No local, o jovem surpreendeu uma adolescente de apenas 15 anos, que estava sozinha.

A vítima narra que foi imobilizada pelo suspeito, que utilizou uma faca, cadarços e blusas para a conduta. A vítima teve a boca tapada e foi abusada. Além do trauma psicológico, a menina teve diversos ferimentos pelo corpo.


A polícia relata que, no decorrer do abuso, Tiago desamarrou a adolescente. Em determinado momento, a menina conseguiu fugir, correndo até a vizinhança para pedir ajuda. Com isso, o rapaz fugiu e roubou diversos pertences da residência.

Histórico de invadir residências e estuprar adolescentes

Agentes da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) passaram a investigar o caso e realizaram diversas buscas em toda a capital, até que identificaram o suspeito.

Com isso, foi possível constatar que Tiago já havia feito outra vítima na cidade de Goiânia, da mesma forma. Ou seja, se aproveitava de momentos de vulnerabilidade de mulheres em seus lares, sem a presença de terceiros, para adentrar e praticar atos de violência física, sexual e patrimonial.


Os abusos e autoria foram confirmados por exames, inclusive de DNA.

Agora, o suspeito está recolhido na Penitenciária Coronel Odenir Guimarães – POG, em Aparecida de Goiânia, estando à disposição do Poder Judiciário.

A divulgação da imagem e identificação de Tiago foram precedidas nos termos da Lei nº 13.868/2019 e Portaria nº 547/2021-PC, especialmente com o intuito de propiciar a identificação de novas vítimas no Estado de Goiás, diante da natureza das infrações cometidas.


0 visualização0 comentário