Buscar
  • Ivan Kleber

Procuradoria pede que You Tube exclua vídeos do pastor Valdemiro e seu ‘milagre dos feijões mágicos’

O Ministério Público Federal (MPF) deu cinco dias para o Youtube retirar do ar os vídeos nos quais o pastor Valdemiro Santiago de Oliveira, da Igreja Mundial do Poder de Deus, anuncia sementes de feijão com ‘poderes de curar a Covid-19’. Nos registros, o líder religioso incita seus fiéis a plantarem as sementes, vendidas pela agremiação por R$ 100, R$ 500 e R$ 1 mil. Um ofício foi enviado por meio da Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão (PRDC) em São Paulo, ao presidente do Google no Brasil, responsável pela plataforma de vídeos. No documento, o MPF solicitou ainda que a empresa preserve em seus arquivos a íntegra dos vídeos e o número de visualizações de cada um deles. Além disso, pediu que a identidade dos usuários responsáveis pela inclusão dos conteúdos na plataforma seja informada aos procuradores pela empresa. Na última sexta-feira, 8, a Procuradoria Federal encaminhou notícia-crime ao Ministério Público de São Paulo pedindo investigação por suposto crime de estelionato cometido pelo pastor. De acordo com o MPF, “o uso de influência religiosa e da mística da religião para obter vantagem pessoal” fica claro nas gravações.


4 visualizações0 comentário