Buscar
  • Ivan Kleber

Tribunal do júri absolve acusado de matar esposa em festa de família em Goiânia.

O Tribunal do Júri absolveu, na manhã desta sexta-feira (25), o homem acusado de matar a esposa durante uma festa de família, em Goiânia. Jurados entenderam as provas eram frágeis e que Rogério de Campos Silva não foi o autor do assassinato da então companheira Francineide de Souza Simplício, em junho de 2019.

Segundo o juiz Jesseir Coelho de Alcântara, que presidiu a sessão, durante a fase de debates, o Ministério Público entendeu que as provas contra o réu eram frágeis e deixou para que os jurados decidissem acerca da autoria ou não do crime. O Júri, por sua vez, votou pela absolvição do homem.


Relembre o crime


De acordo com o inquérito policial, em julho de 2019, Francineide de Souza Simplício e o marido Rogério de Campos consumiam bebidas alcoólicas em uma festa na casa de um familiar, no Jardim Guanabara II, quando o suspeito teria se recusado a entregar um copo de cerveja à esposa.

Segundo os autos, a vítima apontou o dedo no rosto do homem, que pediu para que a companheira não repetisse a ação, pois não queria brigar.

No processo consta que testemunhas viram quando a vítima saiu do local, foi a um córrego e retornou para onde era realizada a festa, quando começou a dançar apresentando sinais de embriaguez.

Na sequência, o acusado despediu-se de todos da festa, chegou a sair do local, mas retornou para onde a vítima estava dançando. De acordo com os autos, neste momento, Rogério se despediu da mulher, disse “tchau”, e, sem qualquer discussão, disparou dois tiros na vítima.


0 visualização0 comentário